Funcionalidades sofisticadas e inovadoras para a segurança no trabalho

Geocall permite gerir a segurança do pessoal operacional no território susceptível de riscos durante atividades e deslocamentos graças às funcionalidades de Monitoramento Safety.

O sistema baseia-se em três componentes:

  • Smartphone/tablete, para o registo das atividades do operador: presença, registo, posição (por meio de localização GPS) e confirmação das condições de saúde;
  • Smartwatch, para monitorar os sinais vitais do operador através de sensores cardíacos e acelerómetro, verificar as condições de saúde em caso de sinais anómalos, notificar as anomalias detectadas ao centro de controle e indicar um lugar seguro em caso de emergência;
  • Server, para monitorar o estado de saúde dos recursos de campo, receber anomalias e notificações desde móvel e determinar fluxos de trabalho para a gestão de alarmes.

Graças à sinergia entre ditas componentes, o sistema permite:

  • Gerir a ativação automática ou manual/voluntária da funcionalidade de monitoramento dum recurso;
  • Detectar automaticamente possíveis situações de anomalia relativas ao estado de um recurso de acordo com eventos e condições monitorados através da aplicação móvel e do dispositivo vestível;
  • A comunicação voluntária por parte do recurso de campo de um pedido de ajuda bem como a anulação de um alarme automático;
  • Monitorar em tempo real desde aplicação central o estado dos recursos de campo de forma alfanumérica, gráfica e cartográfica;
  • Administrar por meio dum fluxo de trabalho estruturado os procedimentos de gestão de uma situação de emergência, guiando o usuário através de uma série de passos predefinidos registando ao mesmo tempo sua execução efetiva.

É possível configurar de forma completa todas as funcionalidades de Monitoramento Safety de acordo com as necessidades do cliente: os recursos operacionais a serem monitorados, os centros de monitoramento, os usuários encarregados de gerir os alarmes, os eventos a serem monitorados (valores-limite para a avaliação dos sinais vitais, tempos de contagem regressiva para silenciar os alarmes, ativação manual ou automática das fases de monitoramento, etc.).